Oi adota medidas

para apoiar governos e sociedade nas iniciativas de contenção do coronavírus

Para contribuir com os governos na mitigação dos riscos do coronavírus e o impacto de sua evolução, a Oi adotou medidas em várias esferas para garantir a conectividade e qualidade dos serviços de informação e comunicação oferecidos à sociedade. Todas as ações estão sendo reavaliadas diariamente por um comitê de acompanhamento multidisciplinar da companhia, assim como alinhadas com as demais empresas do setor e o órgão regulador, em ação integrada que possibilite amplo alcance. Veja aqui o artigo do CEO da Oi, Rodrigo Abreu, sobre os desafios trazidos pela pandemia ao setor.

As empresas de telecomunicações do Brasil estão trabalhando de forma conjunta e coordenada para atender a população neste momento de isolamento social por conta da crise pandêmica que o país vive.

Confira o comunicado do SindiTelebrasil na íntegra e veja o compromisso público para a manutenção do Brasil Conectado.

APOIO AOS GOVERNOS

No âmbito das ações de apoio aos governos, a companhia facilitou e ampliou o acesso dos usuários às informações disponibilizadas pelas autoridades sanitárias brasileiras, com franquia gratuita de dados de banda larga para acesso de URLs prioritárias (como por exemplo de endereços de sites de instituições governamentais). Além disso, disponibilizou o envio de mensagens de texto com informações das autoridades para todos os seus usuários, de forma gratuita.

As principais operadoras de telefonia móvel, atuando em parceria, estão oferecendo ao MCTIC uma solução única de dados para monitorar mobilidade populacional, deslocamentos, pontos de aglomeração e identificar situações de concentração de pessoas e risco de contaminação pelo novo coronavírus. As operadoras - Algar Telecom, Claro, Oi, Tim e Vivo - vão fornecer os dados de mobilidade originados pelos celulares nas redes móveis ao MCTIC, que possui uma sala de acompanhamento do tema e poderá disponibilizar as informações a todas as esferas do poder público. Os dados fornecidos visam exclusivamente o combate ao covid-19.

Nessa solução, os dados estarão em nuvem pública (Data Lake) e organizados de forma agregada, estatísticos e anônima, de acordo com as normas da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e do Marco Civil da Internet. As operadoras desenvolverão ainda aplicativos e casos de uso para auxiliar os órgãos públicos no mapeamento da evolução da epidemia do novo coronavírus. A iniciativa poderá evoluir também para convidar outras empresas, universidades e start ups para participar, agregando mais dados anonimizados e estatísticos ao Data Lake, ou até para o desenvolvimento de outros aplicativos e casos de uso.

APLICATIVO AUXÍLIO EMERGENCIAL - A Oi, em conjunto com as demais operadoras de telefonia móvel, também firmaram parceria com a Caixa Econômica Federal, que permite acesso gratuito ao aplicativo criado pelo governo para facilitar o pagamento do Auxílio Emergencial de R$ 600. Essa é mais uma das iniciativas das prestadoras no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Com a parceria estão concedendo acesso gratuito ao aplicativo e ao site https://auxilio.caixa.gov.br/ sem descontar do pacote de dados o tráfego de uso desses canais. A medida vale tanto para celulares pós e pré-pagos.

PRIORIDADES TÉCNICAS

Para garantir as prioridades técnicas e operacionais, a Oi reforçou os plantões de implantação, reparo e manutenção de serviços e está acompanhando todas as atividades do seu negócio e atendimento aos clientes e demandas da sociedade de seu centro de operações (CGR). A empresa segue trabalhando nas instalações de banda larga Oi Fibra, que nesse momento são muito procuradas e críticas para facilitar a comunicação. A companhia está tomando todas as medidas preventivas de proteção de suas equipes técnicas e orientando os profissionais quanto aos procedimentos de higienização, inclusive nas atividades realizadas em visita a clientes, conforme orientações das autoridades sanitárias.

CLIENTES

Para facilitar a vida de seus clientes durante o período de isolamento social no combate à Covid-19, a Oi adotou uma série de medidas. Dentre elas estão a flexibilização de prazos de pagamentos de contas e da política de parcelamento; desbloqueio de serviços interrompidos por inadimplência e postergação da data de vencimento. As medidas entram em vigor a partir do dia 06 de abril e terão validade durante todo o mês, considerando o período de maior impacto da pandemia, e podem ser prorrogadas em caso de manutenção desse cenário.

Além dessas iniciativas, a Oi também ampliou o atendimento digital; ofereceu bônus para clientes dos planos pré, controle e pós, e disponibilizou gratuitamente diversos serviços para seus clientes terem mais conectividade, acesso a conteúdo, informação e entretenimento. Confira abaixo os detalhes de cada iniciativa:

CONTAS: A Oi está flexibilizando alguns prazos e condições de pagamento de contas de seus serviços de telecomunicações, visando minimizar o impacto financeiro causado pela pandemia e manter a prestação dos serviços e a sua base de clientes ativa. A pedido dos clientes (pequenas empresas e pessoas físicas), o prazo de vencimento das contas será postergado em 15 dias da fatura com vencimento em abril. A postergação pode ser solicitada, a partir de 06 de abril, diretamente no atendimento eletrônico do serviço.

DESBLOQUEIO DE SERVIÇOS (INADIMPLENTES): A companhia está desbloqueando os serviços interrompidos por inadimplência por uma semana, para clientes que comunicarem que já efetuaram o pagamento ou que irão efetuá-lo nos próximos sete dias. A solicitação já pode ser feita pelos canais digitais de atendimento no site http://oi.digital/atendimento ou no portal de relacionamento Minha Oi.

FLEXIBILIZAÇÃO DA POLÍTICA DE PARCELAMENTO: Mediante pedido dos clientes, a Oi vai flexibilizar a sua política de parcelamento para clientes que estejam inadimplentes por até 90 dias, oferecendo a possibilidade de parcelamento das faturas em até 10 vezes, sem aplicação de multas. Neste caso, as solicitações devem ser realizadas após o dia 06 de abril nos canais de atendimento por telefone de cada serviço.

ATENDIMENTO DIGITAL: A Oi ampliou a informação de acesso a seus serviços digitalizados para garantir mais agilidade no atendimento a seus clientes em demandas como pagamento, emissão de segunda via e solicitação de serviços e reparos (Minha Oi, Técnico Virtual e Joice). Por esses canais, os clientes podem suprir todas as necessidades do atendimento suspenso nas lojas físicas.

BENEFÍCIOS NO MÓVEL: Na telefonia móvel a operadora aumentou os benefícios nos planos pré, controle e pós. No Pré e no Controle estão garantidos 100 MB diários por uma semana após o término da franquia (700MB no total), para clientes ativos que responderem uma mensagem aceitando a bonificação. A promoção ficou disponível até 30 de abril.

A Oi está oferecendo 10GB de bônus de internet aos seus clientes de telefonia móvel pré paga na primeira recarga digital, com valor a partir de R$ 20, por cartão de crédito ou internet banking nos bancos conveniados. Além disso, as recargas seguintes que forem efetuadas pelas mesmas formas de pagamento garantem 2 GB de bônus (R$ 20), 2,5 GB de bônus (R$ 25) e 3 GB de bônus (R$ 30). Todas as bonificações são válidas por 7 dias.

No Pós, a velocidade reduzida de navegação, após o término da franquia de internet, está quatro vezes mais rápida do que a que era aplicada até então. O objetivo da operadora é garantir sempre a melhor experiência de conexão para os clientes. O benefício será válido inicialmente até 30 de junho. E os clientes que mesmo assim quiserem adquirir um novo pacote de internet extra devem contratar ligando para o número *144# ou pelo portal de relacionamento Minha Oi.

NOVA OFERTA - A Oi lançou oferta do seu plano de telefonia móvel Controle que garante mais conectividade e conveniência para os seus clientes, durante o período de isolamento social para conter o novo coronavírus. São 16 GB (12 GB + 4 GB de bônus por seis meses) de internet para usar como quiser e minutos de voz ilimitados (usando prefixo 14 ou 31), para clientes que contratarem a oferta pelo site da operadora ou pelo telefone 0800 033 5858, com pagamento via cartão de crédito, sem a necessidade sair de casa. E para tornar a oferta ainda mais atrativa, a Oi oferece o acesso ao serviço de rede social Instagram, sem descontar da franquia.

MAIS NOTÍCIAS E ENTRETENIMENTO: A Oi também liberou Serviços de Valor Agregado (SVA) para consumo de conteúdo de diversos gêneros para todos os seus clientes de telefonia móvel. Com o Oi Jornais, os usuários poderão se informar com as edições completas de veículos de comunicação de todo o país, como: Estado de S.Paulo, Folha de S. Paulo, O Globo, Correio, Estado de Minas, O Povo, O Dia, Extra, Jornal do Comércio, Correio do Povo e Lance!.

Já o Skeelo, é um app de leitura que oferece todo mês um livro dos mais vendidos do Brasil para os seus clientes. O serviço entregará gratuitamente dois guias completos sobre o Coronavírus e Fake News, além de três livros literários extras, para o entretenimento e lazer dos clientes de telefonia móvel da operadora. E para o público infantil e fãs de quadrinhos, a Oi oferece o Clube de Quadrinhos. O serviço disponibiliza no seu celular ou tablet o acesso a histórias em quadrinhos da Cartoon Network, Sanrio, Warner Bros, entre outros. São mais de 500 títulos nos exclusivos formatos Super Zoom e Super Motion. Os conteúdos do Oi Jornais, Skeelo e Clube de Quadrinhos ficaram disponíveis até o dia 30 de abril.

A Oi liberou ainda o sinal de canais de diversos gêneros para os consumidores que terão que ficar em casa durante o período de quarentena. Foram 56 canais liberados nos seus serviços de TV por assinatura (satélite e IPTV) e 78 canais no Oi TV Livre HD. O benefício ficou disponível até 13 de maio, em todas as regiões do país. A partir do dia 14 de maio, a Oi vai manter 15 canais abertos para clientes de TV por assinatura (satélite e IPTV) e 3 para clientes Oi TV Livre.

MERCADO B2B: A Oi Soluções também disponibilizou às grandes empresas a sua solução Oi Smart Office 4.0 com isenção de cobrança por 90 dias. Composta por plataformas de colaboração, conectividade e cloud computing, o serviço possui isenção de cobrança por 90 dias a partir da data de contratação e complementa o portfólio de soluções digitais da companhia, fazendo frente às necessidades do mercado B2B que demanda colaboradores cada vez mais conectados, independentemente do local da jornada de trabalho.

BENEFÍCIOS PARA PMEs – Durante o período de isolamento social, a Oi também está oferecendo benefícios para pequenos empreendedores que demandam serviços de voz e dados, plataformas de marketing e colaboração, além de flexibilizar pagamentos de débitos pendentes. As iniciativas têm como objetivo garantir mais conectividade e comunicação para quem busca fomentar e ampliar o alcance dos seus negócios em jornadas empreendedoras. Confira abaixo o detalhamento de cada benefício:

  • Para clientes pós-pago do plano “Oi Mais Celular”, a Oi aumentou o limite de todos os pacotes de dados para 50GB, sem custo adicional. O benefício é válido até 31 de julho.
  • A Oi isentou o consumo do pacote de dados para os clientes empresariais que utilizam a plataforma Microsoft Teams, serviço integrado ao pacote Microsoft 365 (solução de colaboração que unifica videoconferências e armazenamento de arquivos).
  • Mediante pedido, a Oi flexibilizará a política de parcelamento para clientes que estejam inadimplentes por até 90 dias, oferecendo a possibilidade de parcelamento das faturas em até 10 vezes, sem aplicação de multas. As solicitações podem ser feitas desde o dia 6 de abril, nos canais de atendimento de cada serviço.
  • A Oi postergará o prazo de vencimento das contas em 10 dias. O benefício está disponível desde 6 de abril, mediante a solicitação dos clientes empresariais nos canais eletrônicos de cada serviço.
  • Desbloqueou os serviços interrompidos por inadimplência por uma semana para clientes que comunicarem o pagamento ou que irão efetuá-lo nos próximos sete dias. O pedido já pode ser feito diretamente pelo App Oi Mais Empresas ou através do atendimento eletrônico.
  • A partir de 10 de abril, a Oi disponibilizará, de forma gratuita, o serviço “Siga-me” para os telefones fixos dos pequenos empreendedores das seguintes UFs: DF, GO, PR, SC e RS. No fim deste mês, o serviço estará disponível para todo o país. Com o benefício, os clientes poderão redirecionar as chamadas do seu negócio para qualquer outro telefone móvel ou fixo. Para solicitar o serviço, basta ligar no atendimento (0800 031 0800).
  • Para ajudar os empreendedores que buscam divulgar os seus produtos e serviços nas plataformas digitais neste momento de isolamento social, a Oi liberou a plataforma de marketing digital Oi Ads, dando autonomia aos clientes empresariais para desenvolverem as suas próprias campanhas de mídia digital, do início ao fim, com a possibilidade de segmentação da comunicação por bairro, gênero e faixa etária, sempre respeitando a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). A plataforma possibilita o disparo de até 3 mil ações por mês e estará disponível, a partir do dia 7 de abril, de forma gratuita por três meses, para toda base de clientes empresariais da Oi.

LOJAS: As lojas da Oi em todo Brasil ficaram fechadas pelos períodos determinados nos decretos dos governos locais. A reabertura tem ocorrido de forma gradual em algumas cidades, seguindo as exigências de cada localidade, garantindo o fornecimento de equipamentos de proteção para colaboradores, marcação dos espaçamentos físicos em lojas e nas filas de espera, com horários reduzidos e escalonamento das equipes de vendas.

COLABORADORES

Em relação a seus colaboradores, parceiros e fornecedores, a companhia adotou uma série de procedimentos para garantir a segurança de todos sem perder de vista a responsabilidade e o mínimo de impacto em suas atividades.

HOME OFFICE: A empresa estabeleceu recomendação de isolamento domiciliar dos colaboradores sem sintomas que tenham tido contato com pessoas com casos suspeitos ou confirmados. Adotou procedimentos específicos com colaboradoras grávidas e portadores de doenças crônicas e reforçou a higienização dos prédios.

Hoje mais de 11 mil colaboradores da Oi estão trabalhando remotamente, cerca de 81% do total, e a tecnologia também tem sido fundamental para manter o time conectado. A experiência de três anos do programa de home office da companhia foi fundamental para permitir a agilidade no processo de adoção da medida, que teve início em 16 de março, garantindo as condições de saúde e segurança, técnicas, equipamentos, capacidade e disponibilidade de rede.

APLICATIVO PARA ACOMPANHAMENTO DA SAÚDE: A Oi tem aplicado tecnologia para enfrentar a pandemia do coronavírus e auxiliar na mudança de rotina de trabalho e nas ações de prevenção e cuidado com seus mais de 14 mil colaboradores de norte a sul. A companhia criou um aplicativo de BI para acompanhar a saúde de seus colaboradores, O app recebe mensagens de reporte de condições de saúde dos profissionais da empresa, garantindo assistência remota através de teleatendimentos com médicos e psicólogos. Desenvolvido em menos de 48h, o aplicativo é um canal direto para colher informações sobre a saúde dos colaboradores com questionários simples e rápidos.

EPIs: A Oi já investiu cerca de R$ 6,3 milhões para garantir a segurança de suas equipes. O investimento incluiu a compra de 400 mil máscaras e 25 mil litros de álcool em gel para uso em seus vários prédios e distribuídas para as equipes técnicas que estão atuando em campo.

CHATBOT: Outra ferramenta importante durante este período de afastamento dos colaboradores dos prédios da Oi é o Teo, atendente virtual usado pelos colaboradores em computadores ou smartphones para esclarecer dúvidas sobre benefícios, agilizar processos de frequência e processamento remoto de documentos, como atestados de saúde, por exemplo. Neste primeiro mês de quarentena, mais de 6 mil interações foram atendidas pelo chatbot.

CONTEÚDO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL: Atenta à necessidade de manter os times conectados, presentes e engajados mesmo à distância, a Oi ampliou a oferta de conteúdo em algumas de suas plataformas digitais, como sua intranet, a Interativa, e o app Oi Colaborador. Com notícias, entrevistas com executivos, eventos em webstreaming, manuais e até orientações gerais sobre o coronavírus, a companhia teve só no período de pandemia quase 400 mil acessos voluntários aos conteúdos produzidos para os colaboradores.

BEM-ESTAR: Com o objetivo de garantir o bem-estar de seus 12 mil colaboradores, a Oi vem investindo em programas que visam ao equilíbrio físico e emocional de sua equipe. Dentre as iniciativas, está o programa de atendimento psicológico remoto para funcionários e dependentes. Todo o processo é virtual, desde o primeiro contato com a área de Gente e Gestão, passando pela conexão com a operadora de saúde via aplicativo, até o atendimento com o psicólogo, que pode ser feito por telefone ou por meio de vídeo chamada. Além disso, a empresa passou a oferecer práticas de Mindfulness e Desktop Yoga para aliviar a tensão e o estresse do dia a dia durante o período de distanciamento social.

CANAL DIRETO INTERNO

A Oi disponibilizou canal de comunicação interno direto para esclarecer dúvidas e agilizar a comunicação com a equipe de medicina do trabalho. Foi desenvolvido na intranet canal de informações sobre higiene, precauções e sintomas que devem servir de alerta para afastamentos e avaliação médica.

ASSISTÊNCIA PSICOLÓGICA – O bem-estar emocional da força de trabalho também tem sido motivo de grande atenção na Oi. Por isso, a companhia ampliou o canal de atendimento remoto junto a médicos e psicólogos da rede credenciada do plano de saúde. A consulta pode ser realizada via telefone ou chamada de vídeo, de acordo com a disponibilidade do colaborador, do médico ou do psicólogo.

OI FUTURO

O Oi Futuro, instituto de inovação e criatividade da Oi que atua em projetos de responsabilidade e impacto social, suspendeu as atividades do centro cultural e a visitação ao Musehum (Museu das Comunicações e Humanidades) a partir de 14 de março.

Para oferecer oportunidades de aprendizagem e conexão para seus diversos públicos durante o período de isolamento social preventivo, o instituto criou uma agenda digital, inédita e gratuita com conteúdos de cultura, educação e inovação social.

Entre as ações e atrações estão:

  • Lançamento do Acervo Online Museu das Comunicações e Humanidades – MUSEHUM, que apresenta mais de 3,8 mil itens inéditos de sua coleção, para ampliar o acesso ao acervo, preservar a memória, abrir novas formas de interação com o público e provocar novas experiências, com trilhas digitais de visitação;
  • Mentorias digitais, individualizadas e gratuitas para empreendedores de impacto social e economia criativa;
  • Lançamento da plataforma Midia_LAB Digital, que apoia educadores e gestores nos desafios do ensino remoto e híbrido, com materiais de referência, tutoriais, cases e trilhas formativas. A plataforma oferece mentoria gratuita para educadores da rede pública para desenvolvimento de estratégias pedagógicas para o meio digital;
  • Exibição online de peças de teatro infantil e adulta, com mais de 5 mil visualizações. Entre os espetáculos apresentados em formato digital, estão “Thomas e As Mil e Uma Invenções” (infantil) e “Agosto” (adulto), ambos sucesso de público e crítica no palco do Oi Futuro, o primeiro em 2018 e o segundo em 2017;
  • Série de webinars “Papo de Futuro”, com especialistas em economia criativa, educação e empreendedorismo social;
  • “Happy Hour Oi Futuro”, com pocket shows ao vivo e talks com artistas e produtores culturais;
  • Cursos EAD online gratuitos em Acessibilidade Cultural e Mediação Cultural, voltados para profissionais da cultural e da educação, com emissão de certificado;
  • As escolas do programa NAVE seguem suas atividades com curso técnico oferecido por meio da plataforma digital. Os laboratórios tecnológicos do NAVE Recife foram cedidos temporariamente.

Mais informações no site https://oifuturo.org.br/historias/oi-futuro-e-o-contexto-da-covid-19/.